A história do bezerro 269

Foi no dia 10 de maio de 2012 que nasceu um pequeno bezerro macho numa fazenda, perto de Tel Aviv, Israel.

Tal como acontece com todos os filhos das vacas leiteiras, ele foi afastado da sua mãe e colocado num pequeno abrigo para ser engordado. Na sua orelha foi cravada uma etiqueta com o número 269 e com a sua data de nascimento. O bezerro chamava a atenção porque era bastante branco, tendo apenas uma pequena mancha na sua orelha direita.

Ativista 269 Life

Como o bezerro era macho, o seu abate estava já determinado para breve, já que os bezerros machos leiteiros são pouco rentáveis na indústria do leite, e não dão lucro vivendo até serem adultos para serem transformados em carne para consumo. São abatidos ainda novos para carne de vitela, uma carne macia e branca. É branca também porque aos bezerros é lhes dada ração ou leite artificial sem ferro, ficando anémicos, conseguindo assim uma carne mais branca.

Faltando poucos dias para o abate do bezerro 269, alguns ativistas anónimos invadiram a fazenda industrial de Azor, e resgataram o animal. Este foi enviado para um santuário o que evitou que fosse abatido.

A sua história de vida acabou por dar origem ao grupo de defesa dos direitos dos animais 269 Life, que ficou famoso por os seus membros marcarem ou tatuarem o seu corpo com o número 269.

Poderás saber mais no seu site em 269 life

 

Comentários
A carregar..